I - APRESENTAÇÃO

          O Biotério Central da UNIRG, órgão técnico-administrativo, tem a finalidade precípua de criar e manter animais de laboratório (ratos ), os quais são destinados às atividades de ensino, pesquisa e extensão.. O biotério - Unirgdefende a indissociabilidade entre o Ensino, a Pesquisa e a Extensão, através do desenvolvimento das atividades de pesquisa e estudo, desenvolvimento de recursos humanos, assessoria e cooperação técnica.

           O biotério - Unirg produz animais do tipo convencional: ratos (Rattusnorvegicus) albinos da linhagem Wistar,os quais são utilizados, em sua maioria, nas atividades de pesquisa e, em menor quantidade, nas atividades de ensino.

 

II - DADOS FISIOLÓGICOS

 ANIMAIS DE LABORATÓRIO

          A utilização de animais nos trabalhos experimentais de pesquisa científica tem sido de fundamental importância, não só pelos avanços que permite no conhecimento dos mecanismos dos processos vitais, mas também no aperfeiçoamento dos métodos de prevenção, diagnóstico e tratamento de doenças tanto na medicina humana como na própria medicina veterinária. Animais de várias espécies tem sido utilizados ao longo desses últimos dois séculos de desenvolvimento científico, mas dentre todos eles o camundongo é, inquestionavelmente, o mais intensamente utilizado e o mais profundamente conhecido cientificamente. Oriundos dos camundongos domésticos que, durante muito tempo vem compartilhando com o homem suas casas, seus alimentos e suas enfermidades, disseminou-se da Ásia para a Europa e a partir daí por todo o mundo habitando qualquer lugar que o homem também habite.

          Durante o séc. XIX o camundongo se transformou em um instrumento de laboratório. A partir de 1900 se tornou também um importante modelo experimental para os estudos da nova ciência que estava surgindo, a Genética. Novas teorias sobre a herança foram desenvolvidas utilizando-se de animais de laboratório, como Drosophila e camundongos. Em 1909, Clarence Cook Little iniciou a produção de linhagem geneticamente pura a partir de um casal portador de mutações recessivas para genes responsáveis pela herança da cor da pelagem: diluted, brown e non agouti.. Através de acasalamentos entre irmãos por 20 gerações consecutivas, foi obtida a primeira linhagem consanguínea (inbred) que foi chamada de dba (atualmente DBA).

 POR QUE ROEDORES?

 - Facilidade de cuidar e manusear;

 - Curto tempo de geração e de vida;

 - Grande número de linhagens bem definidas;

 - Riqueza de informações;

 - Algumas espécies suportam técnicas de produção de animais axênicos; livre de germes

 - Diversidade de características espécie-específicas resulta em muitos modelos para males que afetam o homem;

 - Alta capacidade reprodutiva (60d maturidade; 21d gestação; 8-12 filhotes/ninhada).

 

O RATO

 Espécie:Rattusnorvegicus (Primeiro animal cuja razão primária para domesticação foi o uso em pesquisa científica)

 Ordem:Rodentia
Características Gerais: audição acentuada com sensibilidade a US e sons agudos; visão pobre, incapazes de detectar cor; são cegos para luz de comprimento longo (vermelho). Sua cauda é o principal órgão para troca de calor.

 Comportamento: Podem se tornar acostumados à manipulação contanto que não sejam perturbados durante esta operação. Os ratos mordem sem aviso, porém não repetidamente. Diferentemente dos camundongos, grupos do mesmo sexo podem ser alojados na mesma gaiola sem luta. São ativos primariamente durante a noite quando se alimentam. O ciclo claro é utilizado para repouso, dormida e digestão. A manipulação do animal durante a noite é mais difícil.

 

DADOS BIOLÓGICOS DO RATO

Peso do rato adulto macho (g)

300-800

Peso do rato adulto fêmea (g)

250-400

Área superficial (cm2)

10,5 (peso em g) 2/3

Expectância de vida (anos)

2 a 3,5

Consumo de alimentos (g/100g.dia)

10

Consumo de água (ml/100g.dia)

10-12

Maturidade sexual do macho (dias)

65-110

Maturidade sexual da fêmea (dias)

65-110

Período de gestação(dias)

21-23

Temperatura corpórea (ºC)

38-39

Freqüência cardíaca (bpm)

320-480

Freqüência respiratória (min-1)

85-110

 

MANEJO BÁSICO DO RATO - MICROAMBIENTE

http://pos.unirg.edu.br/images/bio_001.pngGaiolas: de polipropileno (opacas) ou policarbonato (transparentes), com tampa aramada para apoiar o bebedouro e a ração (1-3 ratos adultos dependendo do tamanho da gaiola.

 Cama: O material da cama é colocado diretamente na gaiola para permitir absorção da urina e permitir ao animal a se enterrar (troca 2x/semana), a disponibilidade de água e ração deve ser checada diariamente.  

 Ração: A ração deve ser peletizada e composta primariamente de cereais suplementados com proteína adicional, vitaminas e minerais. A água dever ser pelo menos clorada.

 
 IDENTIFICAÇÃO
Uso de cartões nas gaiolas (linhagem, sexo, número, pesquisador, protocolo experimental).
Identificação temporária (canetas marcadoras na cauda-2d ou cortes no pelo, 14d).
Identificação permanente (tatuagem na cauda ou furos nas orelhas. Esta última pode ser mascarada por sinais de luta).

MANUSEIO, CONTENÇÃO E TRANSPORTE

 http://pos.unirg.edu.br/images/bio_002.png

 

SEXAGEM DO RATO 

          Machos e fêmeas podem ser diferenciados através da observação da distância entre o ânus e a papila genital: maior nos machos.                  

            Esta diferença também é observada no rato neonatal. http://pos.unirg.edu.br/images/bio_003.png

 

III – PARA ATENDIMENTO AOS USUÁRIOS DA UNIRG

 

O Biotério é um órgão suplementar subordinado a Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós - graduação e tem por meta produzir reagentes biológicos de qualidade, que venham atender à comunidade universitária nas áreas de ensino, pesquisa e extensão.

 

1 – DO BIOTÉRIO CENTRAL

1.1 – O Biotério Central atenderá as solicitações de animais de laboratório e material biológico, destinado ao ensino e pesquisa com a espécie e linhagem que reproduz.

 

2 – DO ENCAMINHAMENTO

2.1 – O Biotério Central atenderá pedidos de animais somente para projetos que tenham aprovação na Comissão de Ética no Uso de Animais – CEUA.

2.2 – As solicitações de animais e materiais biológicos devem ser encaminhadas ao Biotério Central pelo professor e/ou pesquisador responsável, através do formulário padrão, prevendo tempo para planejamento e reprodução do modelo biológico.

 

3 – DO ATENDIMENTO

3.1 – As solicitações serão atendidas por ordem de entrada no protocolo interno, conforme condições que no momento o Biotério dispõe, prevendo adventos adversos que poderão surgir, tratando-se de seres vivos.

3.2 – O Biotério realizará o transporte dos animais até o departamento, biotério setorial ou laboratório experimental, nas datas e horários previstos no Formulário Padrão e cabe ao servidor ou pesquisador indicado, a responsabilidade de receber os animais e materiais no veículo de transporte.

3.3 – Se por ocasião da entrega, não for localizado o servidor ou pesquisador responsável indicado para o recebimento, os animais e/ou materiais retornarão ao Biotério Central e ficarão a disposição dos mesmos por 24 (vinte e quatro) horas para sua retirada. Após este período serão tomadas as providencias internas cabíveis.

3.4 – O transporte dos animais e materiais será realizado em caixas e embalagens de contenção pertencentes ao Biotérioque serão recolhidas posteriormente. A unidade que não disponibilizará o material no prazo previsto, não terá o mesmo disponibilizado para a próxima remessa.

 3.5 – Qualquer alteração no cronograma estabelecido para o desenvolvimento experimental que venha interferir no atendimento do Biotério , deverá ser comunicado, por escrito, pelo pesquisador ou professor responsável, em tempo hábil para o cancelamento da produção e remessa.

 3.6 – Se por motivos adversos, o projeto de pesquisa ou de ensino for suspenso ou cancelado pela Comissão de Ética no Uso de Animais – CEUA, o fornecimento de animais também será suspenso ou cancelado até que as irregularidades sejam sanadas e novo credenciamento seja fornecido pela CEUA. Neste caso, a retomada do fornecimento deverá respeitar novamente os prazo para planejamento e produção. 

 

Responsável: Herivelto Silva Carlotto. Contato: (63) 3612-7670

 

JSN Epic template designed by JoomlaShine.com